Ultima atualização 11 de julho

Mercado de seguros cresceu 17,5% em maio

Segundo dados da Síntese Mensal da Susep, a arrecadação total do setor nos cinco primeiros meses do ano foi de R$ 137,93 bilhões

A Susep (Superintendência de Seguros privados) acabou de divulgar o seu relatório Síntese Mensal, com dados do setor de seguros referentes ao mês de maio. O documento é produzido pela entidade com base nos dados encaminhados pelas empresas supervisionadas à autarquia.

“No mês de maio, a resiliência do setor de seguros continuou se mostrando presente. Isto indica que, cada vez mais, a população entende a importância do mercado de seguros”, afirma o superintendente da Susep, Alexandre Camillo.

As receitas dos segmentos supervisionados pela Susep somaram R$ 137,93 bilhões nos primeiros cinco meses de 2022. Esse valor corresponde a um crescimento de 17,5% em relação ao mesmo período de 2021, quando as receitas totalizaram R$ 117,4 bilhões.

Os seguros de danos apresentaram crescimento de 24,2% na arrecadação de prêmios nos cinco meses iniciais de 2022, quando comparado com o mesmo período de 2021. Foram movimentados R$ 42,07 bilhões até maio deste ano, face aos R$ 33,87 bilhões até maio do ano anterior.

Os seguros de pessoas foram responsáveis pela arrecadação de R$ 79,23 bilhões nos cinco primeiros meses de 2022, o que representa crescimento de 15,0% em relação ao mesmo período de 2021.

Nos seguros de pessoas e danos, os prêmios diretos totalizaram R$ 121,30 bilhões no acumulado até maio de 2022. O valor representa crescimento de 18,0% em relação ao mesmo período de 2021, quando o total de prêmios diretos foi de R$ 102,77 bilhões.

O segmento de seguros de pessoas apresentou um total de prêmios de R$ 79,23 bilhões até maio de 2022. O valor corresponde a aumento de 15,0% em relação ao mesmo período de 2021. O seguro de vida teve crescimento de 18,4% em relação ao ano anterior, arrecadando R$ 10,59 bilhões até maio de 2022.

Os seguros de danos apresentaram crescimento de 24,2% na arrecadação de prêmios no acumulado até maio de 2022, quando comparado ao mesmo período de 2021. Até maio deste ano, foram movimentados R$ 42,07 bilhões, face aos R$ 33,87 bilhões movimentados no mesmo período do ano passado.

A arrecadação de prêmios no seguro auto atingiu R$ 18,46 bilhões no acumulado deste ano, valor 29,3% superior ao do mesmo período em 2021, quando foram arrecadados R$ 14,27 bilhões.

Desconsiderando-se auto, o desempenho das demais linhas de negócio dos seguros de danos, no acumulado de 2022, foi 20,5% superior aos cinco primeiros meses de 2021, apresentando crescimento de R$ 4,01 bilhões na arrecadação de prêmios. A linha de negócio riscos especiais patrimoniais foi destaque, com crescimento de 40,8% na arrecadação de prêmios no acumulado até maio de 2022, em comparação ao mesmo período de 2021. Os seguros das linhas rural, patrimoniais-outros e fiança locatícia também se destacaram, com crescimento acima de 30% cada um.

VGBL: As contribuições ao VGBL, no acumulado de 2022, totalizaram R$ 56,90 bilhões, valor 16,2% superior ao arrecadado no mesmo período de 2021. Os resgates acumulados em 2022, por sua vez, apresentaram aumento de 22,3% em relação ao volume resgatado nos cinco primeiros meses do ano passado. Nos primeiros cinco meses de 2022, as contribuições superaram os resgates em R$ 12,50 bilhões.

Rural: A linha de negócio rural vem se destacando nos últimos meses e apresentou, no acumulado do ano, crescimento de 32,3% em relação aos cinco primeiros meses de 2021. Os prêmios arrecadados até maio de 2022 atingiram o montante de R$ 4,31 bilhões, contra os R$ 3,26 bilhões no mesmo período do ano anterior. A sinistralidade do seguro rural recuou para 73,4% em maio deste ano, após o pico de 342,8% em janeiro de 2022. No acumulado deste ano, a sinistralidade do seguro rural foi de
177,2%.

Sinistralidade: Nos seguros de pessoas, excluindo-se o VGBL, a sinistralidade atingiu o patamar de 32,6% em maio de 2022.

A sinistralidade do seguro de vida, individual e em grupo, alcançou o valor de 47,8% em maio deste ano, percentual ligeiramente acima do observado em abril, quando foi de 44,6%, e abaixo do valor observado em maio de 2021, quando a sinistralidade totalizou 96,8%.

Nos seguros de danos, observa-se que a sinistralidade, em maio de 2022, ficou acima daquela registrada em abril de 2022, totalizando 73,4%. Em maio de 2021, a sinistralidade dos seguros de danos foi de 46,4%.

A sinistralidade no seguro auto ficou em 75,2% em maio de 2022, frente aos 73,4% observados em abril de 2022 e aos 54,2% de maio de 2021.

Nos produtos de previdência, observa-se que a receita de contribuições, até maio de 2022, ficou 5,1% acima da receita registrada no mesmo período de 2021.

PGBL: O PGBL apresentou, no acumulado do ano, uma arrecadação 6,2% superior aos primeiros cinco meses de 2021, arrecadando R$ 4,04 bilhões no período. Os resgates acumulados até maio de 2022 cresceram 19,0% em relação ao mesmo período de 2021 e totalizaram R$ 5,24 bilhões. Os resgates superaram as contribuições em R$ 1,20 bilhão nos primeiros cinco meses do ano.

Previdência Tradicional: As contribuições de Previdência Tradicional acumuladas até maio de 2022 ficaram 2,2% acima das acumuladas até maio de 2021. Os resgates cresceram 29,2%, totalizando R$ 1,02 bilhão nos cinco primeiros meses de 2022. As contribuições superaram os resgates em R$ 0,38 bilhão no acumulado até maio de 2022.

A Síntese Mensal completa está disponível neste link.

N.F.
Revista Apólice

Compartilhe no:

Assine nossa newsletter

Você também pode gostar

Feed Apólice

Ads Blocker Image Powered by Code Help Pro

Ads Blocker Detected!!!

We have detected that you are using extensions to block ads. Please support us by disabling these ads blocker.

Powered By
100% Free SEO Tools - Tool Kits PRO