Ultima atualização 01 de dezembro

São Paulo recebe oitava edição do Dia da Cidadania SulAmérica

Realizado no último sábado, evento contou com atrações e serviços gratuitos de lazer, recreação, esporte, cultura e saúde

DSC_7212 1

São Paulo recebeu a oitava edição do Dia da Cidadania SulAmérica. Executado pelo Centro Integrado de Estudos e Programas de Desenvolvimento Sustentável (CIEDS) em parceria com diversas instituições, o evento foi sediado na escola municipal José Robson Costa de Araújo Bombeiro, no último sábado (29). O espaço ficou aberto das 10h às 16h para moradores do bairro Jardim Cachoeira, na Zona Norte, e para comunidades do entorno, com atrações e serviços gratuitos de lazer, recreação, esporte, cultura e saúde.

Na área de saúde, os visitantes passaram por uma avaliação do estado de saúde com exames de glicemia, pressão e Índice de Massa Corpórea (IMC), além de receber orientações odontológicas e preventivas sobre câncer de ovário. A programação também contou com profissionais de estética que ofereceram corte de cabelo, maquiagem e esmaltagem.

Para crianças e adolescentes, o evento reservou um dia de diversão com brincadeiras como escultura de bexiga, pintura no rosto, apresentação de palhaço e atividades esportivas, com destaque para o campeonato de futebol. O Dia da Cidadania SulAmérica também contou com grupos de pagode, rap e bateria de samba para agitar o ambiente, além de espaço voltado para dicas de conscientização sobre reciclagem de óleo e uso racional de energia.

“O Dia da Cidadania SulAmérica é uma oportunidade de disseminar a mais pessoas a cultura da prevenção e hábitos que estimulem o bem-estar, conceitos que estão intimamente relacionados ao nosso negócio”, afirmou a superintendente de Sustentabilidade Empresarial, Adriana Boscov.

Para a realização do Dia da Cidadania, a SulAmérica contou com cerca de 10 organizações parceiras e voluntários que compareceram ao local sem necessidade de inscrição prévia.

O projeto, que é realizado desde 2010 em São Paulo e no Rio de Janeiro, pela primeira vez aconteceu simultaneamente no Rio de Janeiro, na quadra de futebol do Morro do Escondidinho, localizada no bairro Rio Comprido, na Zona Central. Somando as 13 edições ocorridas nas duas capitais, o projeto já proporcionou quase 20 mil atendimentos e mobilizou 1.374 voluntários.

L.S.
Revista Apólice

Compartilhe no:

Assine nossa newsletter

Você também pode gostar

Feed Apólice