Ultima atualização 09 de julho

Corretores do Rio de Janeiro manifestam-se contra medidas do Sincor-RJ

Entidades opõem-se à declaração do Sincor-RJ em apoio à decisão da Susep de postergar a aplicação de penalidades previstas na Resolução CNSP 382/2020

“As Diretorias do Clube dos Corretores de Seguros do Rio de Janeiro (CCS-RJ) e da Associação Estadual dos Corretores de Seguros do Estado do Rio de Janeiro (AECOR-RJ) lamentam a declaração do Sindicato dos Corretores de Seguros do Rio de Janeiro (Sincor-RJ) em apoio à decisão da Susep de postergar a aplicação de penalidades previstas na Resolução CNSP 382/2020, que, dentre outras, obriga os corretores de seguros informarem, previamente à contratação, a sua remuneração aos clientes.

A adesão do Sincor-RJ à proposta da Susep demonstra a total falta de sintonia com os demais Sincor’s do Brasil, que, em conjunto, e com o apoio da Fenacor, estão unidos em torno dos anseios da nossa categoria, dos consumidores e do mercado segurador brasileiro. Esta união de esforços foi decisiva e responsável pela suspensão da eficácia da medida em questão, conforme decisão liminar que impediu a sua aplicação.

A incompatibilidade de propósitos do Sincor-RJ com os anseios da maioria dos 93.859 corretores de seguros brasileiros não é novidade para os profissionais do nosso Estado. Somos o único sindicato regional que não é filiado à Fenacor, nos impondo um isolamento sindical inexplicável, embora o presidente regional pregue em sua mensagem de apoio à Susep que é “Hora de buscar união e consenso”.

Além disso, esse endosso inusitado à decisão da Susep faz reforçar a tese de que o Sincor-RJ já não representa os interesses dos 5.992 corretores de seguros pessoa física e das 4.316 empresas corretoras de seguros que atuam no Estado do Rio de Janeiro. Basta contabilizar a quantidade inexpressiva de associados em seu quadro social, cerca de 6%. 

O desinteresse pela atividade sindical em nosso Estado se deve à inoperância do órgão regional e ao descumprimento de suas obrigações legais, tais como dar transparência às tratativas sobre o dissídio coletivo que deveria ser celebrado em janeiro deste ano.

Como líderes de representações legítimas dos corretores, que se organizaram em associações distintas, porém unidas em prol dos pleitos e anseios da categoria, voltadas, portanto, para os interesses reais dos corretores de seguros, manifestamos a nossa discordância e protestos por este apoio equivocado do Sincor-RJ à decisão da Susep anteriormente mencionada. E, ainda, a nossa contrariedade à decisão da autarquia quanto à aplicação e os efeitos da Resolução 382/2020, nos pontos que se encontram com a eficácia suspensa liminarmente.”

K.L.
Revista Apólice

Compartilhe no:

Assine nossa newsletter

Você também pode gostar

Feed Apólice

Ads Blocker Image Powered by Code Help Pro

Ads Blocker Detected!!!

We have detected that you are using extensions to block ads. Please support us by disabling these ads blocker.

Powered By
100% Free SEO Tools - Tool Kits PRO