Ultima atualização 11 de maio

Mês das noivas: seguros protegem festa de casamento

Apostando no nicho, mercado de seguros oferece opções de produtos para garantir que o casamento dos sonhos se torne realidade

casamento

O mês de maio é conhecido como o mês das noivas e ganhou esse título graças a uma tradição vinda do hemisfério norte – já que é nessa época, por lá, que a primavera começa, estação que sempre foi associada ao romantismo e à feminilidade, como durante muito tempo foi o casamento. Hoje, a cerimônia de enlace é o sonho de muitas pessoas. Homens e mulheres de diferentes culturas, orientação sexual e classe social não só idealizam o dia como fazem de tudo para que ele seja perfeito tanto para eles como para os convidados.

O comum nervosismo ligado aos preparos do grande dia tem fundamento; qualquer erro pode ser fatal para a festa. A segurança é um ponto crucial para quem passa meses, e até anos, planejando o casamento e isso fez com que o mercado de seguros olhasse para esse nicho.

O que há de padrão no mercado para esse segmento é o seguro de Responsabilidade Civil, feito para o buffet, que é responsabilizado por qualquer dano ou acidentes que ocorram no momento da cerimônia. Michelli Menezes, subscritora do Departamento de Entretenimento da Berkley, explica que na companhia o atendimento das coberturas básicas abrange danos materiais e corporais causados a terceiros, aos bens de terceiros, objetos cenográficos, equipamentos diversos para realização do evento, Responsabilidade Civil Empregador, RC Imóvel, Alimentos & Bebidas, danos morais etc.

A Liberty, por exemplo, oferece um serviço voltado aos noivos e noivas, especificamente. “Você já deve ter ouvido notícias de empresas contratadas que desaparecem ou acabam falindo antes do casamento acontecer. Nós fazemos essa cobertura que antes o mercado não supria”, conta Erílio Lucena, gerente de Seguros Patrimoniais da companhia.

A Expert Corretora de Seguros opera nesse nicho em exclusividade com a Liberty, de maneira mais voltada às empresas organizadoras. “É um seguro destinado às pessoas que querem assegurar casamentos e também outros tipos de eventos como baile de debutantes, formatura e festas em geral”, esclarece Leila Hayao Araújo, consultora de seguros.

“Nós vimos outras carências nesse mercado. Tivemos conhecimento de situações de arrastões no dia da festa, empresas responsáveis pelos trajes que simplesmente sumiram, outra que pegou fogo. Então, criamos essas coberturas”, conta Lucena. Essas garantias são importantes porque elas ajudam o sonho a persistir, já que quando os sinistros acontecem, o casamento é adiado, mas não deixa de acontecer algum tempo depois e os noivos precisam de verba para viabilizar a nova festa.

 

Quem contrata

casal casamento

O perfil que mais procura o seguro é a classe C, que é mais volumosa e por isso concentra o maior número de casamentos. Esse perfil gasta, em média, R$ 20 mil no evento; enquanto a classe A gasta cerca de R$ 100 mil, mas contrata menos o seguro. “Quem geralmente contrata não é nem o noivo nem a noiva, propriamente, mas o consultor. Ele é o responsável. É também quem, geralmente, indica a seguradora”, explica Lucena.

O produto ainda não é tão difundido, mas a seguradora tem encontrado ajuda nos profissionais especializados em organização de festas, sites de casamento, aplicativos para celular e em outros tipos de mídia para fomentar a cultura da população. O valor que a seguradora pagará dependerá do tamanho de sua festa. Michelli conta que normalmente a solicitação é feita em eventos de grande porte, mas cada vez mais os eventos de porte menor estão sendo protegidos. “A precificação tem como base as características do evento como: enquadramento do evento, quantidade de público, limites e coberturas, por isso não há como mensurar valores médios”, elucida a executiva da Berkley.

A própria Expert Corretora desenvolve um projeto para ampliar a divulgação deste seguro. Leila afirma que a percepção é a de que os noivos desconhecem a existência do produto e, muitas vezes, não são alertados a pensar nesse tipo de riscos ao organizar suas festas. “Eles geralmente estão mais preocupados com outros assuntos, que são igualmente importantes para este dia. Como a contratação de foto e filmagem, decoração, doces, vestidos, pajens, documentação, viagens e sabemos que os gastos não são poucos”, pontua a corretora.

Cultura

É comum ouvir falar em casos de empresas que não entregam o serviço prometido, mas as pessoas tendem a acreditar que isso não ocorrerá com elas. Como com qualquer outro produto do mercado de seguros, é preciso um processo paciente de introdução à cultura preventiva. Tanto é que quando o oferecimento do seguro é feito à organizadora da festa, que já presenciou muitos momentos complicados, a contratação é mais recorrente. “Ela vê a necessidade de ter um seguro com as coberturas que estamos oferecendo hoje. Consegue, com sua experiência em diversos eventos, quantificar os possíveis problemas que poderíamos evitar através da contratação. Com certeza há uma melhor aceitação por parte dos noivos quando também há a aceitação por parte do profissional de organização de eventos”, indica a consultora.

Mas, como deve ser feito em toda boa contratação de seguros, os casamentos também precisam de gerenciamento de riscos. A própria seguradora faz a análise, mas a palavra final é sempre do contratante. “A gente avisa para o cliente quando há algo nas empresas fora do critério de aceitação do seguro. Então, ele pode rever e pedir uma nova análise”, explica.

Fazer o cliente enxergar o valor do produto. Essa é a meta do mercado de seguros. O casamento precisa ser o dia mais marcante da vida de duas pessoas, mas de forma positiva. Mesmo que haja imprevistos, é essencial que eles não sejam determinantes para acabar com o sonho da cerimônia. Leila dá a dica: “na hora que começarem a se programar para os gastos com o evento que pensem na possibilidade de incluir em sua planilha de custos um percentual para um produto que pode ser a diferença em um momento complicado”.

Coberturas principais:

casamento bolo

Cobre o reembolso das despesas pela não realização do evento contratado, no local e data especificados em contrato, por motivo de:

  • Falência da empresa principal contratada.​
  • Incêndio no local.
  • Eventos climáticos da natureza (vendaval, chuva de granizo, alagamento).​
  • Colisão, impacto de veículos, máquinas e equipamentos que causem danos ou impedimento de acesso para a realização da festa

Coberturas adicionais

gaba-1874655_1920

  • Cerimonialista
    Reembolso para as despesas com cerimonialista em eventos para o planejamento e organização de um novo evento, no caso de sinistro coberto.

 

  • Não entrega de roupa de gala
    Despesas para aluguel ou compra da roupa de gala do contratante do evento, em caso de não entrega da roupa originalmente escolhida, por motivo de falência do fornecedor ou evento climático.

 

  • Gerador Provisório
    Reembolso dos gastos com utilização de gerador de energia, na data do evento previsto em contrato, por motivo de não entrega de energia elétrica da concessionária local.

 

  • Roubo de bens do segurado
    Roubo dos bens do segurado durante o evento. Incluindo assalto à mão armada, rompimento de obstáculo para acessar o local ou arrastão.

 

  • Danos corporais causados por bebidas e alimentos
    Quando fornecidos pelo Segurado e este for responsabilizado pelos danos corporais sofridos pelos convidados.

 

  • Roubo de bens de terceiros
    Ocorridos quando os objetos dos convidados estiverem guardados em chapelaria ou durante um arrastão na festa.

 

 

Amanda Cruz
Revista Apólice

Compartilhe no:

Assine nossa newsletter

Você também pode gostar

Feed Apólice

Ads Blocker Image Powered by Code Help Pro

Ads Blocker Detected!!!

We have detected that you are using extensions to block ads. Please support us by disabling these ads blocker.