Ultima atualização 14 de maio

Chuvas no Sul: Susep e setor debatem ações para auxiliar a população

Dentre outras ações e iniciativas, foram tratados os monitoramentos de risco e de conduta, em especial a necessidade de aprimorar a comunicação com os segurados da região
susep
(FOTO: Marinha do Brasil/Divulgação)

A Susep (Superintendência de Seguros Privados) realizou na tarde de ontem (13/05) uma reunião para discussão e apresentação das propostas da autarquia, bem como das providências do mercado de seguros para o estado de calamidade pública no Rio Grande do Sul, por conta das enchentes que atingiram a região.

Na pauta do encontro, um objetivo principal: demonstrar que o setor de seguros não vai deixar de amparar a sociedade. O superintendente da Susep, Alessandro Octaviani, destacou o comprometimento da entidade com a pauta, demonstrado pela presença de todos os diretores na reunião. Segundo Octaviani, “o povo brasileiro, em especial o gaúcho, estendeu as mãos pedindo ajuda, e as nossas mãos, do setor de seguros, estão estendidas de volta para ajudar”.

Dentre outras ações e iniciativas, foram tratados os monitoramentos de risco e de conduta, em especial a necessidade de aprimorar a comunicação com os segurados do Rio Grande do Sul, fazendo com que a informação circule adequadamente. Neste aspecto, o superintendente destacou uma recomendação: “que chegue a mensagem final ao segurado de que seu contrato será cumprido, pois essa pequena ação trará tranquilidade em um momento tão crítico”.

A reunião contou com a participação ativa de 21 instituições, públicas e privadas, que expuseram suas sugestões, propostas, bem como as dificuldades encontradas até o momento para lidar com os impactos causados pelas chuvas. Além da Susep, estiveram presentes, pelo setor público, representantes da Secretaria de Política Econômica (SPE), Secretaria de Reformas Econômicas (SRE) e Ministério do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços (MDIC).

Por parte das entidades representativas do setor privado, participaram do encontro: Confederação Nacional das Seguradoras (CNseg), Federação Nacional dos Corretores de Seguros (Fenacor), Federação das Indústrias do Rio Grande do Sul (FIERGS), Associação Nacional das Resseguradoras (ANRe), Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Rio Grande do Sul (Fecomércio RS), Instituto Brasileiro de Direito do Seguro (IBDS), Federação Nacional das Empresas de Resseguros (Fenaber), Confederação Nacional da Indústria (CNI), Confederação da Agricultura e Pecuária no Brasil (CNA), Federação da Agricultura do Estado do Rio Grande do Sul (Farsul), Federação Nacional de Seguros Gerais (FenSeg), Confederação Nacional do Transporte (CNT), Associação Nacional dos Transportadores de Cargas do Brasil (ANTC), Sindicato das Empresas de Seguros Privados, de Resseguros e de Capitalização do Estado do Rio Grande do Sul (Sindseg RS), Sindicato dos Lojistas do Comércio de Porto Alegre (Sindilojas Porto Alegre), Instituto Brasileiro de Política e Direito do Consumidor (BRASILCON), Sindicato dos Corretores de Seguros do Rio Grande do Sul (Sincor-RS) e Federação Nacional de Previdência Privada e Vida (FenaPrevi).

Por fim, a Susep reiterou que o diálogo está apenas começando e que há um canal aberto pela Autarquia para recebimento de sugestões e propostas por parte de todos os envolvidos. “A Susep auxiliará não apenas para que soluções sejam encontradas e problemas resolvidos, mas para que isso ocorra no tempo mais rápido possível”, concluiu Octaviani.

A Susep já havia anunciado, na última semana, orientações sobre as coberturas de seguros que a população atingida pode acionar junto às seguradoras.

Adicionalmente, a autarquia tem atuado junto às seguradoras, recomendando que elas reforcem os canais de comunicação para atendimento e apoio aos segurados, principalmente quanto aos serviços de assistência e demais coberturas, bem como que envidem esforços para pronta liquidação dos sinistros, com reforço das equipes de regulação e disponibilização de lugares para eventualmente reunir os bens sinistrados, como no caso de automóveis e veículos rurais.

Além disso, a Susep reforçou às seguradoras que é salutar a prorrogação das coberturas dos contratos de seguros de todos os segmentos à população afetada, bem como dos prazos para pagamentos dos prêmios vencidos nesse período, sem prejuízo das coberturas contratadas.

Por fim, para melhor orientar a população sobre os seguros que podem ser acionados em face dos danos causados pelas enchentes no Rio Grande do Sul, a Susep está organizando e realizará um webinar com o tema “Os seguros como fator de proteção financeira nas enchentes no Rio Grande do Sul”, durante a 11ª Semana Nacional de Educação Financeira.

O evento será transmitido ao vivo, no dia 17/05, sexta-feira, às 11h, pelo Canal da Susep no YouTube.

N.F.
Revista Apólice

Compartilhe no:

Assine nossa newsletter

Você também pode gostar

Feed Apólice

Ads Blocker Image Powered by Code Help Pro

Ads Blocker Detected!!!

We have detected that you are using extensions to block ads. Please support us by disabling these ads blocker.

Powered By
100% Free SEO Tools - Tool Kits PRO