Ultima atualização 16 de agosto

Mapfre registra 25% de crescimento em seguro residencial

Atualmente, 44,31% dos segurados da carteira pertencem ao público entre 35 e 54 anos, enquanto 10,75% estão entre 18 e 25 anos

O período de isolamento social causado pela pandemia nos últimos dois anos trouxe mudanças definitivas no comportamento de consumo da sociedade. Com mais tempo em casa, as pessoas passaram a se preocupar mais com seus imóveis e encontraram na contratação do seguro residencial uma forma de proteger seus bens e minimizar custos extras. A Mapfre registrou um crescimento de 25% em prêmios no segmento de janeiro a abril deste ano no comparativo com o ano passado.

“O lar sempre desempenhou um papel fundamental para a sociedade e os últimos anos intensificaram ainda mais a importância dos cuidados com a residência. No passado, as pessoas só entendiam a necessidade do seguro quando o se envolviam em situações de furto ou precisavam realizar uma grande obra por conta de danos. Atualmente, esse cenário mudou, com as pessoas antecipando os problemas e protegendo seus lares. Nos últimos três anos, por exemplo, tivemos um crescimento médio de 36% na contratação de apólices”, conta Ivan Marcos dos Santos, Superintendente de Seguros Massificados da Mapfre.

As mudanças foram sentidas no perfil dos consumidores. Atualmente, 44,31% dos segurados pertencem ao público entre 35 e 54 anos, enquanto 10,75% estão entre 18 e 25 anos – prova de que há uma tendência de rejuvenescimento dos clientes.

“Os públicos mais jovens vêm tendo uma maior percepção sobre a importância do planejamento financeiro e dos investimentos, muitas vezes por conta do impacto que a ausência dessa organização causou na vida de familiares. O seguro é uma ferramenta importante nessa estratégia, pois suas coberturas e todas as assistências agregadas, trazem segurança e tranquilidade na hora de lidar com possíveis imprevistos.”, explica o executivo.

Ivan também aproveita para recomendar que quem ainda não tem um seguro residencial, que procure um corretor de seguros para que ele auxilie na busca por coberturas com os serviços agregados mais adequados às necessidades de cada pessoa. “O corretor tem um papel muito importante de ajudar o segurado a contratar o produto ideal para o seu estilo de vida. Ele tem um papel consultivo e é o elo de ligação entre o cliente e a seguradora.”, conclui.

N.F.
Revista Apólice

Compartilhe no:

Assine nossa newsletter

Você também pode gostar

Feed Apólice