Ultima atualização 08 de julho

Porto Seguro divulga Relatório de Sustentabilidade 2020

A companhia evidencia a abertura de 10 mil postos temporários de trabalho, o compromisso com o bem-estar e a segurança dos funcionários e prestadores

A Porto Seguro publicou o seu relatório de sustentabilidade referente ao ano de 2020. A ênfase é a atuação socioambiental a partir de iniciativas que viabilizem funcionários e demais públicos a olharem as atividades e o próprio negócio com viés de sustentabilidade. “O relatório de sustentabilidade é uma forma importante de apresentarmos o reflexo de compromissos assumidos em nossa visão estratégica para que também possa ajudar a compreender que buscamos ser cada vez mais um porto seguro para o planeta e a sociedade”, salienta o presidente da companhia, Roberto Santos.

Os destaques foram as ações que fizeram a diferença durante o momento de pandemia no Brasil, como o compromisso com o bem-estar e a segurança dos funcionários e prestadores, o apoio às comunidades do entorno da empresa, a abertura de 10 mil postos temporários de trabalho a partir do programa Meu Porto Seguro, além das frentes em educação socioambiental e a criação de uma comissão de diversidade e inclusão.

Outra importante frente destacada no relatório foram as ações intensificadas do Instituto Porto Seguro. Por meio dele, foram atendidas 176 crianças e adolescentes de famílias de baixa renda, entre seis e 15 anos de idade, com reforço escolar e ações de cidadania, e distribuição de 413 cestas básicas para 38 famílias. Já a Escola Empreendedora, voltada à capacitação, formou 40 profissionais, que produziram itens como brindes, uniformes corporativos, máscaras, entre outros materiais para a seguradora.

Os cursos também seguiram, mesmo a distância, e capacitaram novos profissionais nas áreas comercial, técnica e empreendedora, além dos mercados de artesanato, beleza e informática. Dos 65 alunos, 53% foram empregados, com uma renda média mensal de R$1.144,92.

Além disso, por meio do apoio à Associação Crescer Sempre que atende a comunidade de Paraisópolis, em 2020 foram beneficiadas 325 crianças na educação infantil, 210 adolescentes no ensino médio e 172 alunos no projeto Jovem Crescer.

Como é da natureza da companhia, as ações de educação socioambiental também estiveram no radar em 2020. No ano, foram realizadas 44 ações para o público interno, totalizando 1.721 participações. O Porto Voluntário, projeto que busca promover e fortalecer a cultura do voluntariado entre os colaboradores da empresa, contou com 57 ações, que envolveram 728 voluntários.

E os prestadores de serviço não ficaram de fora. Para eles, foi realizado o fornecimento de álcool em gel, distribuição de máscaras e criação de uma linha de crédito da Portoseg, também destinada aos corretores. Além disso, houve a adaptação dos cursos da Escola de Prestadores para plataforma online e a liberação do teleatendimento gratuito do Fleury/Santecorp para dúvidas e orientações.

Pioneira no mercado de reciclagem no Brasil, em 2020 a Porto Seguro e o Renova Ecopeças tiveram como parceiro o Instituto Gerando Falcões. Esses passaram a receber peças com maior possibilidade de recuperação. Uma vez identificada, ela é enviada para o instituto, onde é reformada e devolvida à Renova, que então pode comercializá-la.

Diversidade

No ano de 2020, a seguradora instalou uma Comissão de Diversidade e Inclusão, formada por um grupo multidisciplinar e representativo, com o objetivo de proporcionar um ambiente inclusivo e de valorização da diversidade, orientando a empresa para uma transformação cultural. Foram definidos grupos prioritários de gênero, raça e etnia, LGBTQIA+, pessoas com deficiência e das mais variadas faixas etárias. A comissão busca garantir acesso aos profissionais que fortaleçam essa identidade da companhia, tornando o ambiente mais inclusivo, representativo e de equidade de oportunidades, superando preconceitos. Em 2021, houve o lançamento do Programa de Diversidade e Inclusão, chamado Juntos.

Reduções e Guinchos Elétricos

Em 2020, a Porto Seguro colocou em funcionamento, em São Paulo, o primeiro guincho elétrico do Brasil (que, em 2021, já teve a frota expandida para cinco veículos), fabricados pela JAC Motors. “Essa ação reforça o compromisso da empresa em aprofundar seu comprometimento com a gestão ambiental, controlando suas emissões de CO2”, acrescenta Roberto Santos.

Um dos benefícios do automóvel totalmente movido a energia elétrica é a redução das emissões de CO2, que são 96% menores, quando comparado ao guincho movido à óleo diesel. São 1,8 toneladas de CO2 contra 41,9, registrados nos guinchos convencionais. São necessárias 12 árvores para neutralizar as emissões do novo veículo ,enquanto o guincho tradicional necessita de 245.

Telegram para post

Outra iniciativa da empresa foi a instalação de 30 pontos de recarga para veículos elétricos em lojas pelo Estado de São Paulo. O serviço é gratuito para clientes e não-clientes da Porto Seguro, compatíveis com tomada tipo T2, presente em 90% da frota nacional de veículos elétricos.

Porém, muito mais foi feito pela Porto Seguro para reduzir ainda mais o impacto ambiental da emissão de Gases de Efeito Estufa (GEE) associadas aos veículos que prestam atendimento aos segurados. A empresa possui iniciativas como o Programa Hora da Terra e a utilização de placas solares, responsáveis pela redução de 101t CO2 e (toneladas de gás carbônico equivalente) de emissões nos escopos 1 e 2 (que tratam de emissões diretas de geradores, veículos e ar condicionado; e indiretas, causadas pelo consumo de energia elétrica) e outras 18.041t CO2 no escopo 3 (emissões decorrentes das atividades da empresa, mas de fontes que não são controladas ou não pertencem a ela).

Também foram adotadas medidas de ecoeficiência e gestão ambiental, como economia de energia de 12.119.899 kwh, equivalente a R$7.399 milhões, através de medidas como utilização de lâmpadas LED, sensores de presença nos espaços e instalação de placas solares. O consumo de água também registrou uma economia de cerca de 56 mil litros, o equivalente a mais de R$1 milhão. Vale ressaltar que o fato de mais de 90% dos colaboradores estar em home office, por conta da pandemia, contribuiu para que o consumo de recursos nos prédios da Porto Seguro reduzisse ainda mais. Dos resíduos descartados na matriz da Porto Seguro, 31% foram direcionados à reciclagem, alcançando uma eficiência de descarte de 69% no final do ano.

O projeto de Logística Reversa destinou 10.279 itens à venda através do Porto Arremate e 2.086 itens em bom estado foram doados para as instituições cadastradas. Foi registrada, ainda, uma adesão de 98% dos Centros Automotivos Porto Seguro (CAPS) em um projeto de diagnóstico ambiental, como destinação dos resíduos de suas operações, dos quais 75% das unidades avaliadas apresentaram melhoria.

Novidades: Podcast e versão reduzida interativa do Relatório de Sustentabilidade

Além dos resultados conquistados em 2020, a grande novidade este ano é a versão reduzida e interativa do relatório que pode ser acessada no site, por qualquer pessoa que queira saber mais sobre as iniciativas da Porto Seguro. O site conta também com a versão na íntegra para os que quiserem se aprofundar ainda mais.

No mês de junho, a Porto Seguro lançou ainda a primeiro episódio do podcast Porto de Partida, que contará com quatro episódios no total, e tem como objetivo estimular o debate em torno de assuntos importantes para o futuro. No primeiro episódio “ASG: você sabe o que representam essas três letras?” é introduzido o conceito de sustentabilidade e trata o tema ESG ou ASG (A de Ambiental, S de Social e G de Governança corporativa).

N.F.
Revista Apólice

Compartilhe no:

Assine nossa newsletter

Você também pode gostar

Feed Apólice

Ads Blocker Image Powered by Code Help Pro

Ads Blocker Detected!!!

We have detected that you are using extensions to block ads. Please support us by disabling these ads blocker.

Powered By
100% Free SEO Tools - Tool Kits PRO