Ultima atualização 19 de fevereiro

Sudamerica Vida filia-se à Associação Nacional das Microsseguradoras

Luciano Fracaro, presidente da empresa, e David Novloski, diretor comercial, assinaram a ficha de filiação na sede da ANM, no Rio de Janeiro
Luciano Fracaro
Luciano Fracaro

A Sudamerica Vida é a nova integrante da Associação Nacional das Microsseguradoras (ANM), entidade criada em 2017 com o objetivo de “fomentar e solidificar a cultura do microsseguro no Brasil”.
O presidente da empresa, Luciano Fracaro, e o diretor comercial, David Novloski, assinaram a ficha de filiação na sede da Associação, no Rio de Janeiro. Em novembro do ano passado, a Sudamerica foi habilitada pela Susep para atuar no nicho de microsseguros de danos e pessoas em toda região Sul do País. A companhia, com sede em Curitiba/PR, opera no território nacional com seguros de vida individual, em grupo e empresarial, sob a denominação Sudamerica Vida Clube de Serviços.

“A ANM está trabalhando para consolidar sua representatividade diante da importância do microsseguro no Brasil, mas continua contando com o apoio de todas as instituições que queiram contribuir com este projeto de fundamental importância popular. Que possamos juntos direcionar uma atenção especial ao seguro de pessoas e levar cada vez mais o microsseguro aos cidadãos. Sejam bem-vindos Luciano e David à nossa luta para popularizar os microsseguros”, saudou o presidente da ANM, Edson Calheiros.

Fracaro falou sobre o papel social microsseguro. “Também conhecido como seguros inclusivos, os microsseguros possuem uma peculiaridade que os diferenciam dos demais planos, disponíveis no mercado. O valor da apólice é bem mais acessível. É um seguro que atenua um grande problema que aflige a maioria da população carente, a proteção dos familiares em situações vulneráveis”.

O executivo pontuou que o desafio da ANM é “justamente disseminar a cultura da proteção, fazendo com que os microsseguros cheguem até as classes mais necessitadas”.

Para o diretor regional da Sudamerica, João Paulo Moreira de Mello, a falta de conscientização, conhecimento e a dificuldade de acesso da população aos seguros ainda são empecilhos para que o segmento deslanche no mercado. “A penetração dos seguros de pessoas no PIB é muito baixa se comparada a países desenvolvidos, o que demanda ações dos agentes do mercado para mudar esse cenário”, justifica.

O diretor comercial da companhia, David Novloski, se diz otimista e acredita que o quadro pode mudar este ano. “Os microsseguros são fundamentais para o crescimento da economia. As seguradoras que operam nesse segmento, junto à ANM, estão reivindicando a desoneração das empresas como forma de tornar os microsseguros mais acessíveis à sociedade”, informa.

Eles lembram que o pleito foi reconhecido pela CNseg, que incluiu o pedido de concessão de isenção de IOF e outros benefícios tributários no documento entregue aos presidenciáveis, contendo as 22 propostas do mercado para o desenvolvimento do País.

M.S.
Revista Apólice

Compartilhe no:

Assine nossa newsletter

Você também pode gostar

Feed Apólice

Ads Blocker Image Powered by Code Help Pro

Ads Blocker Detected!!!

We have detected that you are using extensions to block ads. Please support us by disabling these ads blocker.

Powered By
100% Free SEO Tools - Tool Kits PRO
pt_BRPortuguês do Brasil