Ultima atualização 27 de novembro

Você sabe como funciona o seguro rural faturamento?

Especialista tira as dúvidas que podem surgir no momento da escolha do seguro para a lavoura

rural

A apólice garante todos os possíveis prejuízos de uma safra? Qual a diferença em relação ao seguro que cobre somente danos do clima? Existe variação de preço? Para tirar as dúvidas que podem surgir no momento da escolha do seguro ideal para a lavoura, o diretor geral de Habitacional e Rural do Grupo BB e Mapfre, Wady Cury, explica como funciona o produto, as coberturas disponíveis e como obter o máximo de benefícios oferecidos.

Destinado para as culturas de milho, soja e café, em todo o território nacional, o seguro tem por objetivo indenizar o produtor caso a produção não obtenha o faturamento garantido pela apólice. “O grande diferencial é que o cliente poderá contar com a proteção securitária não somente diante de perdas de produção por intempéries climáticas, mas também quando houver variação de preço que prejudique o faturamento a ser obtido com a lavoura”, esclarece o executivo.

A proteção tem se mostrado cada vez mais importante para a sustentabilidade no campo. Somente em 2016/2017, 2 mil produtores receberam indenização de R$ 190 milhões, em decorrência de mudanças de preço do mercado futuro da BM&F e de impactos do clima, como vendavais, secas e fortes chuvas.

Então, qual seria a proteção oferecida pela apólice? Esta modalidade de seguro garante a indenização sempre que houver perda de produtividade decorrente de eventos climáticos como seca, geada, chuva, granizo, incêndio ou perda financeira causada pela redução do preço da commoditie fazendo com que o faturamento obtido com a produção seja inferior ao faturamento garantido pelo seguro.

Outro questionamento comum é sobre custo do seguro. “Por ter uma cobertura maior, as taxas podem ser diferenciadas, mas, ao calcular os riscos cobertos, o cliente tende a optar pelo produto”, complementa Cury.

O BB Seguro Agrícola Faturamento que, em 2011, correspondia a 5% das vendas de apólices agrícolas do GRUPO, hoje representa 30% dos contratos comercializados da carteira. A companhia é líder no segmento de rural, com 76,6% de participação de mercado.

Alerta para os produtores

O Grupo chama a atenção para a importância da realização do endosso dos contratos adquiridos entre janeiro e julho de 2017. As apólices das culturas de milho e soja deste período devem atualizar o preço previsto, de acordo com as expectativas do mercado futuro da BM&F. A alteração pode ser realizada até o dia 30 de novembro.

L.S.
Revista Apólice

Compartilhe no:

Assine nossa newsletter

Você também pode gostar

Feed Apólice

Ads Blocker Image Powered by Code Help Pro

Ads Blocker Detected!!!

We have detected that you are using extensions to block ads. Please support us by disabling these ads blocker.

Powered By
Best Wordpress Adblock Detecting Plugin | CHP Adblock