Ultima atualização 05 de outubro

Finanças influenciam saúde e produtividade do trabalhador

Segundo pesquisas, preocupação financeira afeta 62% dos trabalhadores brasileiros e está sendo levada cada vez mais em consideração pelas empresas

financeira

A pesquisa Global Benefits Attitudes, feita pela Willis Towers Watson com 1004 empregados de grandes empresas brasileiras, mostra que a preocupação com as finanças reflete diretamente na produtividade do funcionário e no seu estado de saúde.

Segundo o levantamento, 62% dos trabalhadores brasileiros se preocupam com a sua saúde financeira, sendo que 22% do total pesquisado estão com dificuldades financeiras, preocupados no curto e no longo prazo.

Os trabalhadores foram divididos em 4 grupos. Do total de funcionários pesquisados, 38% não estão preocupados nem no curto, nem no longo prazo com a sua situação financeira, percentual abaixo do índice global (47%) e também em comparação com os trabalhadores americanos (48%) e europeus (52%).

willis-1

Visão do empregador

Uma segunda pesquisa da companhia, a Staying@Work – Health & Productivity (Saúde e Produtividade), feita com 56 empregadores brasileiros, aponta que essa problemática está sendo levada cada vez mais em consideração pelas empresas.

66% das companhias estudadas já possuem ou planejam implementar até 2018 ações específicas para incluir o bem-estar financeiro como parte integrante e importante do bem-estar geral da força de trabalho.

Além disso, 63% dos empregadores já possuem ou planejam trazer profissionais que ajudem a promover o bem-estar financeiro para o ambiente de trabalho, como conselheiros e educadores financeiros.

willis-2

L.S.
Revista Apólice

Compartilhe no:

Assine nossa newsletter

Você também pode gostar

Feed Apólice