Ultima atualização 20 de janeiro

4 dicas para se organizar financeiramente em 2016

É possível sair do aperto e se planejar financeiramente para realizar os objetivos de longo prazo

4 dicas para se organizar financeiramente em 2016

Nesta época, é comum realizar um balanço financeiro do ano que passou e fazer um planejamento para o que irá iniciar. Como é possível sair do aperto? Como se planejar financeiramente para realizar os objetivos de longo prazo?

O superintendente de Produtos da Brasilprev, Sandro Bonfim, fala sobre quatro dicas simples e importantes para se ter uma vida bem planejada financeiramente, sem apertos e com a possibilidade de investir na realização de projetos de vida.

1. Não gastar mais do que ganha

“Uma dica básica: adequar o padrão de vida à sua renda, ou seja, não gastar mais do que ganha. Coloque na ponta do lápis os gastos fixos, esporádicos e supérfluos do mês para não deixar que as despesas ultrapassem o valor da receita”, alerta o executivo.

2. Gerenciar suas dívidas

Segundo Bonfim, é preciso saber quais tipos de dívidas estão sendo contraídas e tomar cuidado para não incorporar o limite do cheque especial à renda ou se perder em parcelas de cartão de crédito. “Busque conhecer os mecanismos oferecidos pelas instituições financeiras que melhor possam se adequar ao seu perfil para quitar as dívidas. A partir do conhecimento dos seus gastos, pense em como você pode diminuí-los ou evitá-los no futuro para que o saldo devedor não volte a ocorrer”.

3. Poupar para o futuro

Incorporar a esse planejamento mensal recursos fixos para a poupança de curto, médio e longo prazos, e uma reserva de segurança são essenciais para uma vida financeira saudável. Estabelecer projetos de vida também é de suma importância: comprar a casa própria, trocar de carro, realizar a viagem de sua vida, pagar a faculdade dos filhos etc.

“Quanto vai precisar para a realização destes projetos? O que você pode poupar hoje pensando no futuro? Defina este valor de acordo com o seu orçamento e tempo para realização do seu objetivo. Estude a melhor maneira para investir seu dinheiro”, afirma o superintendente de Produtos. “No caso dos projetos de longo prazo, a previdência privada se torna uma ferramenta muito atrativa, pois conta com benefícios fiscais, tributários e a oportunidade de diversificação de recursos”, acrescenta.

4. Se optar pela previdência privada, comece o quanto antes e revisite o valor dos planos periodicamente

“É fato de que a expectativa de vida do brasileiro está aumentando. Vamos viver mais e queremos viver melhor, mas como podemos garantir segurança financeira no futuro? Independente da idade, é agora que podemos investir para construir a manutenção do padrão de vida amanhã, pois quanto antes começar, menor o esforço no valor das contribuições e maior o efeito dos juros ao longo do tempo”, declara Bonfim.

Além disso, é importante revisitar a quantia investida para que ela acompanhe a evolução da renda salarial e a reserva do plano de previdência esteja condizente com o patamar financeiro. “É aconselhado que as pessoas busquem o gerente de relacionamento de seu banco ou um especialista no assunto para saber o quanto é preciso dispor no presente para ter tranquilidade no futuro, e quais os cuidados necessários nessa jornada de acúmulo de recursos no longo prazo”, finaliza.

L.S.
Revista Apólice

Compartilhe no:

Assine nossa newsletter

Você também pode gostar

Feed Apólice

Ads Blocker Image Powered by Code Help Pro

Ads Blocker Detected!!!

We have detected that you are using extensions to block ads. Please support us by disabling these ads blocker.