Ultima atualização 02 de setembro

Companhias se preparam para indenizar segurados em Xanxerê

Três cidades do oeste de Santa Catarina foram atingidas por um tornado com ventos que podem ter variado de 100 quilômetros até 300 quilômetros por hora

LIBERTY SEGUROS

Atualizado em 28/04/2015 – Três cidades do oeste do Estado de Santa Catarina foram atingidas por um tornado com ventos que podem ter variado de 100 quilômetros até 300 quilômetros por hora, na tarde da última segunda-feira (20). O local mais atingido foi Xanxerê, que teve duas vítimas fatais, 120 pessoas feridas, mais de 2.600 casas danificadas e ainda possui cerca de mil desabrigados.

A Liberty já iniciou seu processo de contingência e deslocou dois profissionais ao local (um responsável pelos seguros automóvel e residencial e outro pelo seguro empresarial) para analisar o ocorrido e avaliar o número de sinistros. Até o final da tarde de ontem (22), a empresa havia validado 30 sinistros, sendo 20 dos ramos residencial e empresarial e dez de auto.

“O seguro residencial é o que deverá ter o processo de maior agilidade”, disse Marcio Probst (foto), diretor de sinistro Auto da Liberty, completando ainda que a seguradora também registrou sinistros nos municípios de Faxinal dos Guedes e Ponte Serrada.

Para conceder o benefício – que será fornecido por meio de conta bancária –, a seguradora realizará uma espécie de laudo social (confirmação com vizinhos, por exemplo), uma vez que muitos moradores perderam a documentação necessária para comprovar que é o dono do imóvel. “Nosso objetivo é facilitar este momento para as pessoas”, salientou o executivo.

Com as dificuldades de comunicação – alguns pontos permanecem sem telefonia, energia e internet – a empresa ainda não tem informações sobre o número exato de clientes. Por enquanto, a seguradora sabe que possui 1300 clientes na região, entre segurados de automóvel, residência e empresarial. Para adiantar os trabalhos, ela utiliza uma ferramenta de geo-marketing para identificar a localização das suas apólices e, assim, iniciar um contato proativo com os clientes para verificar quais problemas eles enfrentam e acelerar os processos de assistência.

A empresa também enviou um comunicado aos corretores, segurados e a área comercial da companhia no local para agilizar o processo.

Já a Bradesco informou na manhã desta quinta-feira (23) que enviou uma equipe de técnicos à cidade. Eles irão coordenar o trabalho de coleta de informação que permita ao Grupo agilizar o pagamento a seus segurados que tiveram – em suas residências, automóveis ou estabelecimentos comerciais -, algum tipo de perda provocada pelo tornado.

A Mondial Assistance Brasil também está auxiliando os moradores. A empresa disponibilizou uma estrutura de Gestão de Crises para as regiões afetadas, que está coordenando todas as atividades locais. Além da estrutura de prestadores já presentes na região, a companhia alocou a equipe própria da área de Residência, com reforço de material utilizado na assistência deste tipo de catástrofe, como coberturas, cabos e fiação elétrica, além de caminhões para transportar os equipamentos.

A prestação de serviço é feita ainda pela HDI Seguros, que colocou à disposição dos corretores que atuam nos municípios de Ponte Serrada, Passos Maia e Xanxerê uma central telefônica exclusiva. Com atendimento 24 horas, o serviço visa tornar a comunicação de sinistro e assistência aos segurados afetados pelos tornados e vendavais mais rápida e eficiente. A seguradora também deslocou uma equipe de sinistros para Xanxerê a fim de agilizar o processo de indenização. Desde o último dia 20, a HDI Seguros registrou 50 sinistros, entre automóveis e imóveis, o que totaliza o pagamento de mais de R$ 721 mil em indenizações.

Indenizações agilizadas

Os clientes da Caixa Seguradora têm recebido o pagamento de indenizações em três dias. Técnicos da área de seguro residencial e empresarial estão na cidade catarinense para agilizar o atendimento. A equipe conta com reguladores de sinistro, o consultor e o gerente da filial Santa Catarina, que atendem a população na agência da Caixa de Xanxerê enquanto a central de relacionamento faz uma busca pelos clientes que possam estar com problemas. Uma equipe de assistência técnica também foi designada para minimizar os danos dos clientes do seguro residencial. “Estamos fazendo de tudo para minimizar o sofrimento das famílias da região”, explica o gerente de seguros residenciais da empresa, Federico Salazar.

Assim como a Caixa Seguradora, a Allianz trabalha para que a indenização seja realizada no menor prazo possível. No caso dela, o maior número de clientes atingidos é da carteira Empresarial. Assim sendo, o atendimento a esses segurados será priorizado. A companhia monitora o índice de avisos de sinistros das carteiras de Residência e Automóvel. Em relação a essa última, a companhia informou que as oficinas estão prontas para receber os veículos por ela segurados. Porém, caso fiquem lotadas, haverá a possibilidade de transferir os automóveis para estabelecimentos de localidades próximas.

A Zurich também montou uma base com profissionais para atendimento emergencial aos segurados vítimas do tornado que atingiu Xanxerê. O objetivo é prestar apoio ao cliente e agilizar o processo de liberação de indenizações, o que já foi iniciado.

Kelly Lubiato e Lívia Sousa
Revista Apólice

Compartilhe no:

Assine nossa newsletter

Você também pode gostar

Feed Apólice

Ads Blocker Image Powered by Code Help Pro

Ads Blocker Detected!!!

We have detected that you are using extensions to block ads. Please support us by disabling these ads blocker.

Powered By
100% Free SEO Tools - Tool Kits PRO