Ultima atualização 06 de outubro

70% das pequenas e médias empresas brasileiras não tem seguro

PMEs representam 99,1% das empresas brasileiras

O setor de pequenas e médias empresas (PMEs) representa 99,1% das 5,1 milhões empresas espalhadas pelo Brasil. Mesmo assim, aproximadamente 70% delas não têm qualquer tipo de seguro, colocando em risco o futuro de suas operações. Em 2010, por exemplo, 22% das PMEs com até dois anos de vida encerraram as atividades.

De acordo com Thomas Batt, CEO da RSA Seguros, este “é um mercado com grande potencial, que cresceu em média 22% nos últimos cinco anos”. Dados da companhia apontam que o segmento representa 44% do total do mercado de seguros, com R$ 16 bilhões em prêmios, sem considerar os produtos de seguro saúde e previdência. Só o setor de pequenas empresas é responsável por R$ 5,4 bilhões em prêmios de seguro.

Dos 5,1 milhões de negócios que estavam abertos no País em 2010, 52% era do setor de serviços, área que detém 41% dos empregos e 38% da massa salarial. Em 2001, R$ 5,8 bilhões foram disponibilizados às PMEs pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). Já em 2010, essa oferta de linha para capital de giro subiu para R$ 45,7 bilhões.

Para o período de 2014 a 2017 , a RSA Seguros espera ter um crescimento médio anual de 21% no ramo de PME. Nas carteiras, o aumento médio anual previsto para o período de 2014 a 2017 é de 25% para Vida, 17,5% para Empresarial e 19% para Pequenas Frotas. Entre os principais pontos de preocupação do pequeno e do médio empresário estão o acirramento da concorrência, as taxas de crédito, a reorganização dos negócios e a estratégia de expansão. Também aparecem na lista o investimento em governança para minimizar riscos para seu negócio, o gerenciamento de serviços, o relacionamento com clientes e os processos de inovação.

L.S.
Revista Apólice

Compartilhe no:

Assine nossa newsletter

Você também pode gostar

Feed Apólice