Ultima atualização 24 de janeiro

Rede Lojacorr registra crescimento na produção de seguros em 2022

O crescimento total da Rede (seguros, consórcios e produtos financeiros) foi de 30,07%, o equivalente a R$ 1,207 bilhões

O último ano foi marcado por mudanças sociais e econômicas em todo o mundo. O setor de seguros teve que se adaptar e criar novas estratégias para continuar em ascensão e se destacar no mercado. Segundo Dirceu Tiegs, presidente (CEO) da Rede Lojacorr, mesmo sendo um ano desafiador, o mercado de seguros apostou na inovação e na personalização.

“Com a retomada pós pandemia e da atividade econômica, nosso principal desafio foi o ajuste de preços e regras de subscrição de risco mais rígidas impostas, necessários para ajustar resultados. Em meio às incertezas de um ano de eleições, cenário de guerra na Europa e a realização da Copa do Mundo, o setor segurador teve que inovar e ir além. E nós, enquanto rede, nos unimos e fortalecemos o corretor, vimos a necessidade específica de cada um, contamos com a parceria de seguradoras e com o uso de ferramentas essenciais de relacionamento. Buscamos juntos soluções assertivas e traçamos como principal foco a inovação, a acessibilidade, a personalização, a prospecção, o resgate de clientes e a melhoria nos produtos, no atendimento e na gestão. Queremos crescer ainda mais para que o brasileiro se proteja sempre mais e melhor”, afirma Tiegs.

Somente na Lojacorr, o ano de 2022 fechou com alta no mercado, somando um crescimento de 36,20% em produção de seguros, em relação ao fechamento do mesmo período do ano de 2021. A última projeção apresentada pelo mercado foi de fechar 2022 com 17,1%. O crescimento total da Rede (seguros, consórcios e produtos financeiros) foi de 30,07%, o equivalente a R$ 1,207 bilhões produzidos de todos os segmentos. Para Tiegs, a expectativa foi superada. “Passamos em R$ 130 milhões a nossa meta. Essa conquista é reflexo de um esforço em conjunto de todo nosso ecossistema”, afirma.

Entre os segmentos, foram somados o total de R$ 1.131 bilhões em Seguros, R$ 39,61 milhões em Consórcios e R$ 37,45 milhões nos demais ramos. O resultado demonstrou ainda o crescimento das regionais, sendo que Norte e Nordeste tiveram alta na produção de 44,46% nessa região, seguido de mais de 40% no Centro Sudeste, 37,46% na região de SP Centro Norte e 31,90% no Sul.

De acordo com Luiz Longobardi, diretor de Mercado e Distribuição Rede Lojacorr, em relação aos ramos, o Seguro Automóvel ocupou o primeiro lugar entre os produtos com um aumento de 41,46%, em segundo o Seguro Saúde em Grupo com 35,56% e em terceiro o Vida em Grupo somando 34,71%. “Esse resultado demonstra que, mesmo com o aumento dos valores do seguro de automóveis, o brasileiro ainda se preocupa com seu veículo e enxerga todos os benefícios deste produto. Além disso, o crescimento de seguro no ramo de Saúde também é reflexo de quanto as pessoas aumentaram a preocupação consigo mesmas e suas famílias após a crise sanitária ocasionada pela Covid-19 e que colocam esse seguro como prioridade”, analisa Longobardi.

N.F.
Revista Apólice

Compartilhe no:

Assine nossa newsletter

Você também pode gostar

Feed Apólice