Ultima atualização 20 de dezembro

BS2 entra no segmento de seguros e amplia portfólio para empresas

Novo braço de negócios do banco será conduzido em JV com o grupo sul-africano Traficc e comandado pelo executivo Adriano Romano. Expectativa é alcançar um faturamento de R$ 1 bilhão em cinco anos

O Banco BS2 acabou de anunciar a criação de uma seguradora própria voltada para o segmento PJ. Fundada em parceria com o grupo sul-africano Traficc, a seguradora vai atuar no mercado B2B2C nos ramos de Vida e Elementares e pretende ganhar mercado rapidamente por meio da oferta de soluções ágeis e personalizadas, especialmente para o público das PME’s. A expectativa é alcançar um faturamento de R$ 1 bilhão em cinco anos.

A iniciativa converge com a estratégia do BS2 de ser um banco referência para empresas. “Nossos movimentos recentes vão todos nessa direção. Ampliamos nossa oferta de crédito com a aquisição da plataforma Weel. Já tínhamos soluções de banking, cambio, investimentos e toda uma estrutura de APIs à disposição dos clientes. Faltava seguros”, diz Marcos Magalhães, CEO da empresa.

A personalização da oferta é uma das principais apostas da nova seguradora para ganhar mercado. Para Adriano Romano, executivo escolhido para comandar a JV, a ideia é subverter a lógica de como o mercado opera. “Hoje não existe seguradora focada em PME’s no Brasil. O que existe são produtos adaptados, criados originalmente para as grandes empresas. Queremos quebrar esse modo de operação”, comenta.

O negócio foi estruturado para atender não somente os clientes do BS2, mas o mercado em geral. “Chegamos fortes para fazer a diferença nos nichos onde decidimos atuar. Apostamos em uma operação enxuta, ágil, criativa e comercialmente agressiva”, explica Romano. Ele conta que o alvo são exatamente aquelas empresas que ficaram à margem da atuação das grandes seguradoras.

Romano, além de assumir a posição de CEO e sócio da nova seguradora, é também o representante do Grupo Traficc na operação. Formado em administração de empresas e atuária, com mestrados pelo IE da Espanha, Université Sorbonne e London Business School, possui larga experiência no ramo. Foi diretor de Tecnologia e Operações da Cigna na Espanha e CEO da Chubb no Equador. No Brasil, comandou a Luiza Seg, além de ser presidente e CEO da Cardif (BNP Paribas) instituição que liderou por mais de 10 anos. Nos últimos 3 anos foi o CEO da Sugaree Insurance Company (Bermuda) para a América Latina.

A operação está sob análise da Susep (Superintendência de Seguros Privados).

N.F.
Revista Apólice

Compartilhe no:

Assine nossa newsletter

Você também pode gostar

Feed Apólice

Ads Blocker Image Powered by Code Help Pro

Ads Blocker Detected!!!

We have detected that you are using extensions to block ads. Please support us by disabling these ads blocker.