Ultima atualização 26 de abril

Flu é condenado por contratar atleta sem seguro

Clube deverá pagar R$ 600 mil ao ex-zagueiro Thiago Gosling por não ter celebrado o seguro de acidente de trabalho previsto na Lei Pelé

Fluminense

O Fluminense foi condenado a pagar R$ 600 mil ao ex-zagueiro Thiago Gosling por não ter celebrado o seguro de acidente de trabalho previsto na Lei Pelé. A condenação data de 2013, mas o Tribunal Superior do Trabalho (TST) negou o recurso do Tricolor contra a decisão.

Thiago jogou no Fluminense entre 2005 e 2006. Ele sofreu uma lesão e, sem receber salários, pediu a rescisão indireta do contrato e indenização no valor de uma remuneração atual. Segundo o jogador, o montante deveria ser pago pelo seguro, que não foi contratado.

O Fluminense alegou que não havia seguros específicos no mercado na época e optou por contratar um plano semelhante – seguro de vida. O clube também sustentou que a lesão era temporária e um seguro por acidente de trabalho cobriria apenas o tratamento médico, despesas que foram arcadas pelo time das Laranjeiras.

O Tricolor foi condenado em todas as instâncias e a decisão publicada no dia 24 de abril.

Fonte: UOL

L.S.
Revista Apólice

Compartilhe no:

Assine nossa newsletter

Você também pode gostar

Feed Apólice

Ads Blocker Image Powered by Code Help Pro

Ads Blocker Detected!!!

We have detected that you are using extensions to block ads. Please support us by disabling these ads blocker.