Ultima atualização 14 de março

Mapfre prevê ultrapassar 30 bilhões de euros em receitas em 2016

Grupo pretende manter o índice combinado em menos de 96% e garantir o dividendo nos níveis atuais de rentabilidade

A Assembleia de Acionistas da Mapfre aprovou hoje as contas do grupo e a proposta de distribuir um dividendo total de 0,13 euros por ação, o que representa um incremento de 18% em comparação ao que foi pago em 2012. Os acionistas também deram um apoio majoritário ao resto dos acordos votados na assembleia geral.
Em sua intervenção, o presidente da empresa, Antonio Huertas, adiantou os objetivos estratégicos para os próximos três anos, entre os quais se destacam a previsão de ultrapassar os 30 bilhões de euros em receitas, manter o índice combinado da companhia em menos de 96% e garantir o dividendo nos níveis atuais de rentabilidade. Estes objetivos são compatíveis com o plano de contenção de custos internos do grupo.
A companhia, que opera atualmente em 47 países, tem como objetivo consolidar sua liderança nas regiões em que sua presença já tem destaque e avançar rumo ao desenvolvimento nos mercados norte-americano, europeu e asiático, que se tornam áreas estratégicas para os próximos anos.
Neste sentido, e em relação à Ásia, Huertas adiantou que a empresa chegou a um acordo com o maior grupo segurador chinês, PICC China Group, para a distribuição de seguros de vida, acidente, saúde e viagem. Esta aliança reforça a relação com a maior companhia de seguros chinesa, com a qual a Mapfre já colabora em alguns programas de garantia de automóveis, dando um passo importante no desenvolvimento nesse mercado de enorme potencial.  Por outro lado, a empresa dará início aos planos para o desenvolvimento do seguro obrigatório de automóveis na China.
Nos Estados Unidos, a Mapfre já opera em 16 estados e atualmente está desenvolvendo sua rede comercial e de serviços na Pensilvânia. Nos próximos anos, começará a operar em outros três estados: em 2015, em Illinois, e, em 2016, na Virgínia e em Wisconsin, até ampliar sua presença para um total de 20 Estados. Além disso, nos próximos meses deste ano, o grupo lançará uma nova filial de seguros de vida, especializada em produtos de risco, potencializará a procura de novas redes de distribuição, incluindo a abertura de escritórios próprios, e desenvolverá uma plataforma online para a venda direta de seguros em 2015.
A empresa pretende dar também um passo relevante na Europa, Oriente Médio e África e duplicar seu volume de negócios nos próximos cinco anos nessas regiões, prestando especial atenção às oportunidades de crescimento nos países do centro e leste da Europa e nos da bacia mediterrânea.
A respeito da América Latina, no Brasil, o grupo continuará crescendo de forma significativa, apoiado na aliança com o Banco do Brasil e a importante presença territorial da companhia, por meio de escritórios próprios e corretores. No México, outro mercado estratégico para a empresa e com perspectivas muito positivas em longo prazo, o grupo redobrará seus esforços para aumentar a distribuição multicanal. Por último, na região sul latino-americana, os objetivos da companhia são apostar pelo crescimento orgânico, obter uma participação de mercado em todos os países e fortalecer as redes próprias de distribuição.
Na Península Ibérica (Espanha e Portugal), a empresa encabeçará a recuperação do setor de seguros nos próximos anos, com um crescimento em prêmios superior nos ramos principais, reforçando, assim, sua liderança na Espanha.
A Mapfre aumentou em 2013 seu benefício atribuível em 18,7%, chegando a 790,5 milhões de euros, e as receitas ultrapassaram 25,889 bilhões de euros, ou seja, 2,3% a mais que em 2012.

T.C.
Revista Apólice

 

Compartilhe no:

Assine nossa newsletter

Você também pode gostar

Feed Apólice