Ultima atualização 28 de março

Dekra ensina cuidados com veículos antes e após viagens

Feriados prolongados, emendados com finais de semana, são ótimas oportunidades para recuperar as energias de uma rotina agitada e repleta de compromissos. No entanto, para evitar que acidentes estraguem o divertimento, é essencial que antes de partir seja feita uma revisão nos principais itens e componentes do veículo.
De olho no feriado que se aproxima, André Vieira, engenheiro e especialista em segurança automotiva da Dekra, traz uma série de dicas que podem contribuir para um passeio tranquilo, livre de riscos e dor de cabeça.
Em primeiro lugar, o motorista deve ficar atento ao desgaste das peças, como pneus, volante, freio e manopla do câmbio. “Uma dica importante é fazer uma inspeção de diagnóstico, que aponta o real estado desses itens”, afirma Vieira.
Certificar-se de que o estepe, o triangulo e o extintor estão em ordem também é fundamental. No motor, vale verificar o entorno das conexões para ter certeza de que não há vazamento de óleo. “O correto é que o motor esteja sempre com aspecto sujo, empoeirado. Ele nunca deve ser lavado, já que a água e o sabão ressecam as peças e prejudicam seu bom funcionamento”, adverte.
De acordo com especialista, antes de pegar a estrada, a data de validade do pneu, localizada na lateral, deve ser verificada, bem como se os sulcos estão dentro das especificações. “Há um indicador no sulco do pneu que mostra quando seu desgaste atingiu o limite”, aponta. Também merecem atenção os itens de segurança como palhetas de limpador de vidros, que podem ressecar e perder a qualidade, e as luzes de freios e faróis, itens de funcionamento obrigatório, que podem queimar sem que o motorista perceba.
Checar se a direção está alinhada é indispensável, pois sua posição correta assegura a estabilidade do veículo, principalmente em curvas, e contribui para o desgaste adequado dos pneus. Da mesma forma, os freios merecem atenção especial. Pastilhas, sapatas, discos e tambores de freio também devem ser sempre verificados. “É preciso estar atento ainda ao nível do fluído de freio, que deve ser substituído a cada dez mil quilômetros rodados ou a cada ano”, recomenda Vieira.

E depois?
Mas os cuidados não devem se concentrar apenas antes da viagem. Depois de grandes distâncias trafegadas, desgastes podem afetar o carro e trazer avarias ao veículo. Por isso, é importante dar uma olhada em algumas peças e componentes após o feriado, alerta o engenheiro.
As irregularidades das vias e autopistas podem prejudicar a condição dos pneus, das rodas e da suspensão do carro. Por isso, após uma viagem é importante checar o estado dos amortecedores, molas, bandejas e sistema de direção (alinhamento).
A estrutura do escapamento também deve ser verificada, pois pode sofrer danos ao se chocar com pedras e buracos. Vale averiguar as condições do catalisador, já que danos a essa parte podem ocorrer sem que o motorista perceba. “Quebrado, causa o aumento da emissão de poluentes, que além de prejudicar a atmosfera, levam à reprovação na inspeção ambiental”.
Vale, novamente, certificar-se de que os freios não sofreram grande desgaste, sobretudo para veículos que transitaram por regiões de serra e montanhas, que exigem mais das pastilhas.
“Verificar tudo o que está fora do lugar antes e após longas viagens é uma atitude que aumenta a segurança do motorista e dos passageiros”, diz. “O diagnóstico preventivo evita gastos de manutenção e pode salvar vidas, especialmente em estradas com grande fluxo de carros. Um pequeno dano pode rapidamente se transformar em um grande problema, muito mais caro de ser resolvido”, conclui o especialista.

A.C.
Revista Apólice

Compartilhe no:

Assine nossa newsletter

Você também pode gostar

Feed Apólice

Ads Blocker Image Powered by Code Help Pro

Ads Blocker Detected!!!

We have detected that you are using extensions to block ads. Please support us by disabling these ads blocker.

Powered By
100% Free SEO Tools - Tool Kits PRO