Ultima atualização 19 de abril

Central de monitoramento evita roubo de carga na Anhanguera

Estão fora de perigo os dois seguranças atacados quando faziam a escolta de uma carga de produtos eletrônicos. A tentativa de assalto foi na Anhanguera – rodovia que está entre as três mais violentas de São Paulo. Só que desta vez os bandidos foram barrados pela tecnologia.
Pela central de monitoramento, veículos são vigiados a distância em todo o país. Hoje, às 4h40, o sinal amarelo: o motorista de uma carreta sofria uma tentativa de assalto. E, na central, os técnicos viram que algo estava errado.
?Nós tivemos uma parada imprevista, seguida de uma abertura de porta de carona. O bloqueio e a atuação do veículo é imediata?, fala Eliel Fernandes, diretor da empresa.
Na tentativa de pegar a carga de quase R$ 1 milhão em equipamentos eletrônicos, os ladrões chegaram atirando. Um dos carros da quadrilha interceptou a escolta. Outros dois cercaram a carreta.
Um tiro passou pela janela do motorista e atravessou a porta, do outro lado da cabine. O bando não conseguiu roubar nada. A carreta ficou no acostamento.
Na fuga, os criminosos sequestraram o motorista e dois funcionários da empresa que administra a rodovia, que passavam no local.
Os reféns foram deixados logo em seguida, no Rodoanel. Dois vigilantes da escolta que ficaram feridos também foram levados pelos ladrões e deixados na porta de um hospital.
O ataque aconteceu no quilômetro 20 da via Anhanguera, uma das três estradas com o mais alto índice de roubo de cargas.
No ano passado, a campeã de roubos de cargas foi a via Dutra, com 250 casos. Em seguida, ficou a Régis Bitencourt com 209 casos e a Anhanguera, com 187.
As quadrilhas têm preferência por dias e horários para atacar. As terças, quartas e quintas feiras, das 10h às 14h. Período em que o movimento de caminhões é maior.
Segundo o Sindicato das Empresas de Transporte de Carga do estado, 98% dos roubos acontecem num raio de 150 quilômetros em torno da capital.
No ano passado, segundo o Sindicato das Empresas de Transporte de Carga, foram roubados mais de R$ 280 milhões em cargas no estado de São Paulo.
Hoje, outros dois caminhoneiros que eram mantidos reféns por ladrões de cargas foram libertados pela polícia no Itaim Paulista, na zona leste da capital. Mas o caminhões ainda não foram encontrados.

Globo.com – SPTV

Compartilhe no:

Assine nossa newsletter

Você também pode gostar

Feed Apólice

Ads Blocker Image Powered by Code Help Pro

Ads Blocker Detected!!!

We have detected that you are using extensions to block ads. Please support us by disabling these ads blocker.

Powered By
100% Free SEO Tools - Tool Kits PRO