Ultima atualização 14 de outubro

Indenizações por morte em acidentes de trânsito diminuem 3% no Paraná

MiniFórum promovido pelo Sincor-PR esclareceu autoridades policiais e de trânsito sobre o seguro DPVAT

O número de indenizações por morte nos primeiros seis meses de 2013 foi 3% menor no Paraná que em igual período de 2012. Ao todo este ano foram 2.118 solicitações, contra 2.183 do ano passado. Os números foram apresentados no MiniFórum-DPVAT, que o Sincor-PR realizou em Cascavel, na região Oeste, em paralelo ao 15.º Fórum Paranaense de Seguros, no mês de setembro.

A apresentação foi feita pelo ouvidor da Centauro Vida e Previdência, Aroldo Carneiro, e contou com um debate no final, para esclarecimento de dúvidas, do qual participaram também o coordenador da área do DPVAT do Sincor-PR, Luiz Carlos Moscardini, e o diretor Luiz Antonio Abib, além de autoridades de trânsito e policiais locais.

O ouvidor da Centauro destacou ainda que a quantidade de vítimas de acidentes de trânsito que precisaram ser indenizadas por invalidez permanente ou despesas médicas (DAMS) registrou aumento, nos primeiros seis meses deste ano.

Em 2012, o DPVAT indenizou no estado 13.628 pessoas que tiveram invalidez permanente e 6.750 por despesas médicas. Neste ano, respectivamente, estes números subiram para 16.421 e 10.063, aumentos de 20% e 49%.

Ao todo, somente até a metade deste ano, 28.602 pessoas foram indenizadas no estado, cerca de 6 mil a mais do que foi registrado na primeira metade de 2012.

 

Veja mais detalhes na tabela abaixo:

 

Indenizações Pagas
Quantidades
Natureza da Indenização Jan a Jun 2012 % Jan a Jun 2013 % Jan a Jun 2013
x
Jan a Jun 2012
Morte 2.183 10% 2.118 7% -3%
Invalidez Permanente 13.628 60% 16.421 57% 20%
Despesas Médicas (DAMS) 6.750 30% 10.063 35% 49%
Total 22.561 100% 28.602 100% 27%
Fonte: Seguradora Líder DPVAT
Período: Jan a Jun/2012 e Jan a Jun/2013

 

 

Em relação às estatísticas de todo o Brasil, também houve aumento nas indenizações por invalidez permanente e DAMS, em 51% e 26% respectivamente. No número de mortes o percentual de queda foi o mesmo do Paraná e ficou em 3%. Apesar da diminuição da quantidade de vítimas fatais, os números gerais demonstram que os acidentes seguem aumentando no estado e no país.

Entre as vítimas, segundo a Seguradora Líder, 76% correspondem ao gênero masculino e 24% são mulheres. As principais vítimas têm idade entre 18 e 34 anos. Outro fator se refere aos acidentes envolvendo motociclistas. As indenizações pagas a veículos de duas rodas no primeiro semestre de 2013 representaram 72%, apesar de as motos corresponderem a apenas 27% da frota nacional.

Nesse caso 80% das vítimas são homens e 20% mulheres. A faixa etária de maior incidência também fica entre 18 e 34 anos. As pessoas indenizadas nessa faixa de idade representam 56,78% do total dos acidentados com motocicletas. Nas demais categorias de veículos 67% das vítimas são homens e 33% mulheres, e do total 34,69% estão na faixa etária citada acima.

No Paraná, do total de indenizações pagas 64% são por acidentes com motocicleta, 30% envolvendo automóvel, 4% caminhão e 2% ônibus ou micro-ônibus. Por tipo de vítima, no estado 63% dos indenizados foram os condutores dos veículos, 19% pedestres e 18% passageiros. A maior parte dos acidentes em território paranaense foi registrada na madrugada, entre zero hora e 5h59; tarde, entre 13 horas e 16h59 e anoitecer, entre as 17 horas e 19h59.

O Paraná tem a maior frota de veículos entre os estados da região Sul e também registra o maior número de sinistros. Até junho deste ano o estado contava com 5.938.433 veículos, considerando todas as categorias. O número de sinistros pagos por morte e invalidez no primeiro semestre deste ano foi de 28.602, sendo 17.865 por acidentes com motos, 62% do total. O Rio Grande do Sul, segundo estado da região em número de sinistros, registrou no primeiro semestre 26.877 acidentes.

Novamente se tratando de números nacionais, de 2007 para a projeção de 2013 o número de indenizações quase triplicou, passando de 252 mil para 655 mil. Atualmente os casos de invalidez representam a maior parte das pessoas indenizadas.

Outras informações sobre o seguro DPVAT podem ser obtidas nos sites www.seguradoralider.com.br, www.dpvatsegurodotransito.com.br ou ainda no Sincor-PR, em Curitiba, pelo telefone 0800-415100, das 8h30 às 11h30 e das 13h30 às 18 horas. Os endereços e telefones das delegacias do SINCOR-PR no estado poderão ser consultados no site www.sincor-pr.org.br, na aba DPVAT.

O próximo MiniFórum será realizado em Curitiba, no dia 24 deste mês, a partir das 9 horas, no Hotel Deville Rayon.

 

J.N.

Revista Apólice

 

Compartilhe no:

Assine nossa newsletter

Você também pode gostar

Feed Apólice