Ultima atualização 20 de agosto

Almoço das Seguradoras do Sindseg-RS reúne mais de cem pessoas

Evento aconteceu no dia 16 de agosto, em Porto Alegre

Após dois anos da abertura do mercado de resseguros no Brasil, não houve ainda uma adaptação do mercado brasileiro para as novas regras e oportunidades criadas. O resseguro é um mercado que movimenta mais de R$ 3 bilhões por ano e com as novas regras propiciou o retorno de conceitos antigos do seguro, como conhecer mais o segurado e o processo de risco que vai ser segurado. As resseguradoras desenham um programa específico para cada seguradora, que tem que dar resultado, sob pena de não haver renovação. Essas são algumas das mudanças verificadas com a abertura do mercado de resseguros, destacadas na última quinta-feira em Porto Alegre por Alberto Muller, vice-presidente do Sindseg-RS e diretor regional da Marítima Seguros. A exposição aconteceu durante o Almoço do Mercado Segurador, promovido pelo Sindseg-RS. De acordo com Muller, a mudança nas regras, que antes eram monopolizadas pelo IRB, impactaram, já que hoje cada contrato é o resultado de uma negociação.

“Qualquer lacuna de informação é preenchida com prêmio”, observou. Ele também reconheceu as restrições na aceitação, já que algumas atividades, como espuma, por exemplo, não são aceitas pelas resseguradoras. Mas salientou que o processo atual gerou maior competitividade, exigindo mais preparo dos profissionais e das empresas que atuam nesse setor. O resultado, apontou, será o aumento na produtividade além da oferta de novos produtos e negócios.

Com a experiência de quem atua há mais de 10 anos no mercado de seguros e previdência, o vice-presidente da Icatu Seguros, Cesar Saut, iniciou e finalizou sua exposição no Almoço do Mercado Segurador, salientando a importância de poupar. “O INSS daqui a 20 anos vai quebrar e só conseguirá pagar um salário mínimo como benefício”, destacou. Com o auxílio de um Simulador de Aposentadoria, disponível no site da Icatu Seguros, ele fez uma demonstração com uma pessoa do público, que chegou a uma expectativa de vida de 79 anos. O próprio sistema demonstra que essa expectativa ainda vai se deslocar, aumentando a cada ano. Mesmo reconhecendo que a economia brasileira incentiva o consumo e que poupar ainda não está na cultura do país, Saut afirmou que a tendência do mercado de previdência é a melhor possível. Apenas 3,8% da população brasileira possui um plano de previdência atualmente. “Sobreviver sem capacidade financeira significa perder a dignidade”, observou. Para ele, as oportunidades são grandes já que para ser feliz tem que haver estabilidade econômica. “E as seguradoras estão aqui para isso”, concluiu.

Três expoentes do mercado segurador gaúcho receberam a homenagem de Notáveis do Mercado Segurador, durante o evento. São eles: Alceu Teixeira, 49 anos de atividades, Antônio Eduardo de Moura Delfim, 57 anos de atuação e Ivo Roberto Collares, 70 anos de contribuição ao mercado. Eles receberam do diretor presidente Julio Cesar Rosa e diretores do Sindseg-RS certificados de Notáveis, num reconhecimento por sua participação e desenvolvimento do setor de seguros no Estado do RS.

 

G.F.

Revista Apólice

Compartilhe no:

Assine nossa newsletter

Você também pode gostar

Feed Apólice

Ads Blocker Image Powered by Code Help Pro

Ads Blocker Detected!!!

We have detected that you are using extensions to block ads. Please support us by disabling these ads blocker.

Powered By
Best Wordpress Adblock Detecting Plugin | CHP Adblock
pt_BRPortuguês do Brasil