Ultima atualização 16 de julho

As perdas com catástrofes naturais do 1º semestre segundo a Munich Re

Relatório da Munich Re mostra quais foram as maiores perdas seguradas em catástrofes naturais durante o 1º semestre de 2015

Terremoto Nepal_CREDITO Palani Mohan, British Red Cross

As perdas seguradas de catástrofes naturais totalizaram cerca de $ 12 bilhões no primeiro semestre de 2015, inferior à média de longo prazo de US $ 15 bilhões, de acordo com um relatório da Munich Re divulgado hoje.

O maior caso de perda segurada decorrente de catástrofe natural neste período foi uma série de tempestades de inverno que atingiram o nordeste dos Estados Unidos e do Canadá, em fevereiro. As perdas seguradas foram estimadas em US$ 1,8 bilhões e as perdas econômicas totais de US$ 2,4 bilhões.

A maior perda segurada que atingiu a Europa no primeiro semestre de 2015 foi a tempestade Niklas, que resultou em perdas seguradas de cerca de US $ 1 bilhão, disse Munich Re. Chuvas intensas e inundações aconteceram no sudeste da Austrália, em abril, causando perdas seguradas de US$ 630 milhões, segundo o relatório da Munich Re.O Marcia, um ciclone de categoria 5, causou perdas seguradas de US $ 400 milhões quando atingiu Queensland, na Austrália, em fevereiro.

A catástrofe natural que resultou na maior perda de vidas, no primeiro semestre de 2015, foi o terremoto devastador que atingiu o Nepal, em abril. Cerca de 8.500 pessoas morreram e muitos locais foram completamente destruídos.

O terremoto causou as maiores perdas econômicas – 4,5 bilhões de dólares – do que qualquer catástrofe natural durante o primeiro semestre de 2015, mas apenas 140 milhões de dólares desse total foi segurado, de acordo com o relatório.

“As catástrofes naturais no primeiro semestre do ano nos mostram, mais uma vez, que a vulnerabilidade às catástrofes naturais deve ser reduzida, particularmente em países emergentes e em desenvolvimento”, disse Torsten Jeworrek,  membro da diretoria responsável pelo resseguro global da Munich Re, no comunicado .

Compartilhe no:

Assine nossa newsletter

Você também pode gostar

Feed Apólice